Vai para o c*ralho: a origem.

Atualizado: 11 de Nov de 2020

A origem náutica de “vai para o caralho” bem como a origem etimológica mais provável podemos encontrar por comparação com outros idiomas, V.G. a mesma palavra e significado em espanhol Carajo ou em italiano Cazzo. A génese seria do latim cassus, ou uma derivação, carassus, que em Latim designa o mastro principal do barco. Destaco o verbete italiano, que tem uma descrição etimológica bem precisa, revelando a origem no Latim, bem como em espanhol que menciona a relação entre a expressão “carajo” como pênis e a associação metafórica com o mastro principal das naus, e ainda, menciona o castigo do marinheiro infrator ser amarrado e disciplinado nesse mastro.

Nem todas as naus tinham um cesto amarrado à gávea, mas existindo o castigo, decerto ele ainda assim era aplicado. Na realidade, contrariamente ao que foi sendo difundido na internet, a origem não se deve ao cesto que (por vezes) se encontrava na gávea do mastro principal, mas sim ao próprio mastro das embarcações típicas da altura dos Descobrimentos. A explicação faz todo sentido na expressão em espanhol, provável fonte da lenda urbana, mas permanece a dúvida se o uso da expressão “vai para o caralho”, muito usada em Portugal, teria a mesma origem náutica, temos que concluir que sim atenta a proximidade tanto nas versões arcaicas de ambas as línguas, como no período dourado em que ambos os países interagiram no mar.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo